“Pois muitos há, dos quais muitas vezes vos disse, e agora novamente digo, chorando, que são inimigos da cruz de Cristo” (Filipenses 3: 18).

   Onde estão os Paulos de hoje? Onde estão os pastores que não aceitarão abrandar a mensagem em favor do altíssimo? Onde estão os pregadores que pregam aos reis a mesma mensagem que pregam aos pobres e desprezados? Onde estão os crentes beréianos amantes da Palavra de Deus? (Atos 17: 11). Onde estão os Crentes que examinam as Escrituras para ver se  os pregadores estão falando a verdade? Alguns pregadores de hoje são exemplos a serem imitados? O apostolo Paulo ensinou: “... sede meus imitadores, e observai os que andam segundo o exemplo que tendes em nós” (v. 17).

    Os inimigos da cruz estão espalhados dentro de muitos templos, realizando falsas conversões, ensinado a endeusar os bens materiais e a correr atrás de milagres, benção, paz e amor. Esses homens não são chamados de inimigos da cruz à toa. São homens estudiosos da Bíblia, que não medem esforços para percorrer mar e terra para converter os perdidos a uma situação duas vezes pior: “Ai de vós escribas e fariseus, hipócritas, porque rodeais o mar e a terra para fazer um prosélito; e, uma vez feito, o tornais filho do inferno duas vezes mais do que vós!” (Mateus 23: 15).

     Os inimigos da cruz estão seguindo o mesmo padrão usado pelos fariseus nos dias de Cristo! “Mas ai de vós escribas e fariseus, hipócritas! Fechais o reino dos céus aos homens. Vós mesmos não entrais, nem deixais entrar aos que estão entrando” (Mateus 23: 13).

     Os inimigos da cruz estão usando os púlpitos para fazer prosélitos duas vezes dignos do inferno, com uma mensagem incompleta do evangelho, arrastando multidões, percorrem o céu e mar para levar uma mensagem de novos conceitos e sermões de auto-ajuda para atrair as multidões. Medem o sucesso pela quantidade de pessoas no templo e pelo sucesso financeiro delas, por isso Jesus adverte! “... Por isso sofrereis mais rigoroso juízo” (Mateus 23: 14).

     Os inimigos da cruz querem desesperadamente a aprovação da sociedade, amam a afeição, glamour e os aplauso das multidões, eles não conseguem viver sem os holofotes e os aplausos dos homens. “Tudo o que fazem é a fim de serem vistos pelos homens: Alargam os seus filactérios, e encompridam as franjas das suas vestes; amam os primeiros lugares nas ceias, as primeiras cadeiras nas sinagogas, as saudações nas praças e o serem chamados Rabi pelos homens” (Mateus 23: 5- 7).

    Amado! Que terrível contradição nós vivemos hoje! Algumas igrejas são amantes do mundo, vivem com afinidades com o mundo e seus prosélitos defendem fervorosamente o mundanismo ensinado pelos seus mestres. Mas veja o que Jesus declarou: “Se vós fosseis do mundo, o mundo amaria o que era seu; como, todavia, não sois do mundo, pelo contrario, dele vos escolhi, por isso, o mundo vos odeia” (João 15: 19).

    Em essência Ele esta dizendo: “Quanto mais perto vocês chegarem da minha missão de pregar o Meu Evangelho, vocês serão odiados e perseguidos pelo mundo. Vocês vão encontrar os inimigos em toda a parte. Na família, no trabalho, com os vizinhos e até mesmo em muitos crentes mundanos, que se dizem ser amigo!”. O que aconteceu com Estevão depois de pregar a mensagem de Cristo? "Ouvindo eles isto, enfureciam- se em seus corações, e rangiam os dentes contra ele" (Atos 7: 54).

    Olhando para essas “perseguições virtuais” de mestres que andam com suas Bíblia na mão e que levam o povo a pensar somente nas coisas terrenas, tiram- lhe o foco da verdadeira mensagem do evangelho, pois, desconhecem o real significado do ódio e perseguição do mundo, por este motivo é que vemos os debates sobre a cassação do registro de psicólogos do pastor, ou se um pastor deve ou não ser presidente da comissão de direitos humanos. Resultado? Intermináveis debates, defesas, acusações e abaixo assinados, longe de estarem sendo perseguido por levarem a mensagem de Jesus, mas Jesus adverte: “Ai de vós, quando todos vos louvarem! Porque assim procedem seus pais com os falsos profetas” (Lucas 6: 26).

    Quer o louvor do mundo? Ser amado por toda a cidade? Ser louvado nos eventos seculares? Ser conhecido pelo poder político e não pelo poder de Deus? Ser louvado pelos prefeitos e personalidades famosas? Amigo! Com certeza tem alguma coisa de falso no seu testemunho, pois Jesus declarou“Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que vós outros, me odiou a mim... Se me perseguiram a mim, também perseguirão a vós outros”(João 15: 18,20).

    A igreja será odiada pelos políticos e lideres ímpios da sociedade, também será perseguida pelos artistas famosos, mídia, homossexuais, pelos pornográficos e, principalmente, pelos  crentes apóstatas. “Se fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu. Mas como não sois do mundo, antes dele vos escolhi, é por isso que o mundo vos odeia” (João 15: 19).

    Eu te pergunto: “Porque perseguiram Jesus, sendo Ele manso, amoroso, atencioso, obediente e perdoador? O que o mundo odiou em Jesus?”.

    Foi porque Jesus removeu a coisa mais preciosa daquele povo, a auto- justificação!  Jesus derrubou a Torre de Babel da justificação deles, um monumento à própria vontade, a ideia de que eram suficientemente pessoas boas para ir para o céu, e pessoas boas demais para irem para o inferno.

    Jesus mexeu com a consciência daquele povo quando declarou: “... Em verdade, em verdade te digo que quem não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus” (João 3: 3). E continua a mexer com as nossas!

     Fale para um prefeito, um famoso, um homossexual, um ladrão, um viciado, um mentiroso, um líder espiritual  ou um crente morno que ele precisa nascer de novo! Qual será a reação? Ódio e perseguição. Por isso muitos inimigos da cruz optaram por pregar um evangelho diluído, ameno, adaptado e cheio de jargões triunfalista. O evangelho que da coceira nos ouvidos de 2 Timóteo 4: 3- 4. Algumas mensagens não dão coceiras nos ouvidos! 

Exemplos
:
1.    Falar contra o divórcio. Muitos amam pregar sobre Malaquias 3: 10, mas não passam nem perto de Malaquias 2: 17. (Qual  será o resultado se você pregar contra o divórcio em nossa sociedade no dias de hoje, que casam e se divorciam como se trocassem de roupas? Resposta:Ódio e Perseguição.

2.   Falar contra o amor do dinheiro de 1 Timóteo 6: 9- 10. (Pelo contrario! É arrecadação sobre a arrecadação, campanhas intermináveis sobre prosperidade, chegamos ao absurdo dos leilões espirituais).

3.   Gostam de falar do amor de Deus, mas não falam do seu juízo eterno como lemos em Hebreus 10: 31. Juízo esta fora de moda para alguns, pois Deus é amor! Não sabendo eles que "a carne vai no armazém do diabo, compra o pecado, o espirito fica com o troco da frieza espiritual e a alma pagará a conta no inferno".

4.    Gostam de citar que Jesus era amigo dos políticos e pecadores, mas não pregam que Jesus era separado de pecadores como lemos emHebreus 7: 26.  Jesus Cristo nos ensinou que somos chamados a estarmos no mundo, mas não somos dele.

     Ficar fácil de entender porque o apóstolo Paulo os chamou de inimigos da cruz, pois possuem um evangelho adulterado, diluído em “meias verdades”, para agradar as multidões,   mas: “O seu fim é a perdição, o seu Deus é o ventre, e a sua glória é a vergonha. Só pensam nas coisas terrenas” (Filipenses 3: 19).

    Você consegue entender agora o por que seremos odiados? Os inimigos da cruz vêm com uma mensagem adaptada, onde é ensinado a autojustificação. Os setes passos para obter a paz, a graça, saúde, benção, proteção e prosperidade. Mensagens do tipo: "Se você não receber o seu milagre devolveremos o seu dinheiro". Mas, quando Deus levanta um servo ou  uma serva com uma mensagem do tipo: “Sem arrependimento e sem mudança de vida, todos são rebeldes, e a sua justiça não passam de trapos de imundícia, vocês estão vivendo debaixo da ira de Deus se continuar em seus pecados, se você não nascer de novo, não entrara no reino dos céus”

Amigo! Prepare- se, para o ódio e perseguição. Eu já cheguei a ouvir: “Não quero que pregue isso em minha igreja, pois, não quero perder os meus dizimistas e os ofertantes fiéis”. Outros justificam: “Fui chamado por Deus para pregar o evangelho da graça, do amor e felicidade, minha missão é fazer todo mundo se sentir bem”. “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Devorais as casas das viúvas, sob pretexto de prolongadas orações. Por isso sofrereis mais rigoroso castigo” (Mateus 23: 14).

     Note que a perseguição mais ferrenha, virá dos religiosos mundanos, que apoiam o mundanismo dentro da igreja. Saímos “do mundo”, e agora a nossa mensagem é para que outros também saiam, e é ai que teremos problemas, pois: “Se fosseis do mundo, o mundo amaria o que era seus. Mas como não são do mundo, antes, dele vos escolhi, é por isso que o mundo vos odeia” (João 15: 19).

   O ódio do mundo vem porque não aceitamos mais essa mescla, mundanismo e cristianismo. Os religiosos mundanos sentem- se desconfortados ao serem “confrontados” com a mensagem da cruz que diz:“Deixem a sua auto-suficiência, a sua teimosia, pois se não largarem o fim será no tormento eterno”.

      Você esta preparado para ser perseguido e odiado pelo mundo? O que fazer? Buscar a amizade do mundo, os aplausos, o status, bajulação e elogios e consequentemente fabricar prosélitos em series, duas vezes membro do inferno?

     O que temos visto hoje na mídia, é quem é mais famoso e com isso, arrebanhar legiões de fãs usando a desculpa de que estão sendo perseguidos. Ora! Vá pregar a mensagem de Jesus, e, por favor! Seja odiado e perseguido por pregar essa mensagem, e ai daquele cristão a quem o mundo não odeia, pois, fatalmente será considerado amigo do mundo e inimigo de Deus. "E apedrejaram a Estevão, que em oração dizia: Senhor, recebe o meu espírito" (Atos 7: 59).

   Que Jesus tenha misericórdia dos crentes que esteja com a verdadeira mensagem de Jesus nos dias de hoje! Ai sim! Nós vamos ver a verdadeira perseguição, pois, seremos zombados pela mídia, ridicularizados pelo cinema, escarnecidos por companheiros, escárnio da sociedade, perseguidos pelos crentes falsos e carnais. O que temos visto até agora não passa de autopromoção de alguns inimigos da cruz. Se quisermos ser amigo de Deus, está mais do que na hora de fazermos uma escolha! Amor do mundo ou amor de Deus, os dois juntos são impossíveis de se ter. A Bíblia nos adverte:“Adúlteros e adulteras, não sabeis que a amizade do mundo é inimizade com Deus? Portanto qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui- se inimigo de Deus”. (Tiago 4: 4).

     Exatamente por isso o apostolo Paulo os definiu como inimigos da cruz. São verdadeiros inimigos de Deus. Você será perseguido simplesmente por que se tornou amigo de Deus. Porque você aceitou a Jesus Cristo como Senhor e Salvador de sua alma e ira levar a mensagem dEle para o mundo. Mas ouça! Jesus fez uma declaração surpreendente a esse respeito!           

“O mundo não vos pode odiar, mas me odeia, porque dele testifico que as suas obras são más” (João 7: 7). Em essência Jesus esta dizendo: “Vocês se tornaram amigos do mundo a ponto de diluírem o meu evangelho e blasfemarem do caminho da verdade, fecharam a porta da igreja para festejar com o mundo e me deixaram do lado de fora. Eis que estou à porta e bato... Apocalipse 3: 20a, fizeram isso porque as suas obras são más”. Esses são os inimigos da cruz a qual Paulo se referiu.

    Mas em meio a toda essa perseguição, temos uma boa noticia. “... Se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo” (Apocalipse 3: 20b). Se alguém... Um indivíduo. Não esta falando de títulos ou posições, esta falando de um amigo de Deus, que ouviu o chamamento de Jesus!

    Eu creio que milhares de almas piedosas estão chorando em ver o crescente numero de inimigos da cruz, Levando uma mensagem adulterada e diluída, em muitos casos, fechando as portas para a eternidade com Cristo, transformando muitas almas em prosélitos, duas vezes mais dignos do inferno. Também creio que milhares de vidas dentro dessas igrejas serão alcançadas pelos amigos de Deus.                                                             

    Esses preciosos crentes não temem a perseguição que esta vindo como uma tormenta sobre aqueles que optaram por levar a verdadeira mensagem de Jesus. E tornaram- se verdadeiros amigos de Deus e aguardam com alegria, mesmo padecendo perseguições e sendo terrivelmente odiados; crendo que: “... a nossa pátria estás nos céus, de onde esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo, que transformará o nosso corpo de humilhação, para ser conforme o seu corpo glorioso, segundo o seu eficaz poder de sujeitar também a si todas as coisas”. (Filipenses 3: 20- 21).                                                                                 

Pastor Elias Fortes.

Postar um comentário

Pr. Antonio Romero Filho

{picture#http://imagizer.imageshack.com/img922/3226/HlUzqY.jpg} Presidente da Assembleia de Deus - Ministério de São Lourenço - MG - Brasil. Fundador do CIM - Centro Internacional de Missões. Pioneiro de Missões do Ministério de Taubaté - SP - 1981/2001 - Diretor responsável pelo Portal CNB. {facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}
Tecnologia do Blogger.