II Reis 4: 1-7

 INTRODUÇÃO:

· Mulher viúva - Tipo da igreja necessitada e dependente do Senhor;

· Os filhos - São aqueles que foram gerados pela igreja, e que são ameaçados de escravidão pelo credor (adversário);

· A dívida - o salário do pecado, a morte - Rom 6: 23;

· A botija de azeite - Bênção do Espírito na vida da igreja, a Obra profética e os dons no corpo.

DESENVOLVIMENTO:

A igreja vive nesta hora um momento que requer muito cuidado e vigilância. O mundo sofre uma época de escassez espiritual, e nesta hora o inimigo se levanta, qual credor sem misericórdia, buscando escravizar a muitos.

Aquilo que vai manter os filhos seguros na presença do Senhor, é a abundância da sua bênção - o azeite - na vida da igreja, e ela não pode permitir que seus filhos sejam novamente escravizados. A igreja deve clamar ao Senhor, para que a bênção não falte na sua vida.

Às vezes a igreja se vê ameaçada por causa da falta de azeite, isto é, a bênção parece que está acabando, os dons não fluem mais e o Senhor parece que se esqueceu da igreja. Quando isso acontece, os filhos são ameaçados e alguns podem ser levados para o cativeiro, pois o credor, que é o inimigo, se apresenta para reclamar seus “direitos”.

O que se deve fazer quando a igreja passa por esta fase?

A primeira coisa a fazer é clamar ao Senhor e colocar a situação diante da sua face;

Depois devemos reconhecer e confessar a falha de termos deixado o azeite acabar;

Em seguida devemos colocar diante do Senhor o pouco que temos e crer que Ele pode voltar a derramar sua bênção sobre nós novamente;

Por fim, a igreja deve se entregar ao trabalho de juntar vasos, isto é, convidar pessoas e evangelizar para que a bênção seja multiplicada e traga crescimento. 

Isso deve ser feito acompanhado com orações, intercessões, vigílias e madrugadas, para que os vasos se encham de azeite. A maior bênção na vida da igreja acontece quando ela vê novas vidas sendo alcançadas e sendo cheias do Espírito Santo.

CONCLUSÃO:

A igreja só será vitoriosa juntamente com seus filhos, quando ela entende que não pode deixar faltar azeite na sua botija - a bênção do Espírito no seu coração.                                                                                                        

A orientação do Senhor  para que o azeite seja mantido, é que ela não cesse de trazer vasos - vidas novas - para sua casa.                                     

A igreja não pode parar de trabalhar, caso contrário seus filhos serão escravizados pelo adversário. Através da realização da Obra, a igreja se livra da dívida - morte -  e seus filhos recebem o escape.

Fonte: Blog ICM Obreiros