Com tantos superalimentos por aí, como você pode diminuir os alimentos essenciais que sua família deve incorporar em uma base diária? O corpo de cada pessoa não foi feito do mesmo jeito. Estamos todos propensos a diferentes escolhas de estilo de vida e não podemos prever o impacto que uma doença terá. O que podemos fazer é compilar pesquisas atualizadas e ficar informado quais alimentos, segundo o que está provado, mantêm, tratam e otimizam as defesas de seus corpos.

1. Agrião

Danos ao DNA podem aumentar o risco de câncer. Pesquisas mostraram que a ingestão de agrião auxilia na redução dos danos ao DNA e pode tornar menos provável o câncer. O agrião é recomendado como melhor que a couve-de-folhas como um superalimento.

Um estudo da University of Ulster descobriu que o agrião comido cru pode reduzir o risco de câncer por reduzir os danos ao DNA. (WebMD)

O estudo centrou-se em 60 adultos livres de câncer, em que metade eram fumantes, a quem se pediu para comer 90 gramas de agrião cru por dia durante oito semanas. Eles examinaram as amostras de sangue dos adultos para ver os níveis de antioxidantes e sinais químicos de danos ao DNA, o que pode aumentar o risco de câncer.

Eles apuraram que os “participantes tinham níveis mais elevados de antioxidantes e níveis mais baixos de produtos químicos indicando danos ao DNA no sangue após o seu jejum de agrião de oito semanas.” Eles observam que o estudo durou seis meses e que o câncer pode levar mais tempo para se desenvolver. Mas os resultados são encorajadores.

watercress-603x453

2. Óleo de coco

O óleo de coco é rico em gorduras saturadas de cadeias médias. Metade dessas gorduras saturadas são conhecidas como ácidos láuricos. De acordo com a pesquisa encontrada na US National Library of Medicine (Biblioteca Nacional de Medicina dos EUA), “A proporção de TC/HDL-C diminui significativamente com o ácido láurico.”

Para resumir, o bom colesterol, o ‘HDL’, aumenta. O mau colesterol, o ‘LDL’, diminui. Isso reduz muito o risco de complicações coronarianas.

Segundo Conrado S. Dayrit, médico, o óleo de coco possui cerca de 65% de ácidos graxos de cadeia média (ou MCFA). Esses ácidos graxos são metabolizados rapidamente. Eles não viram transporte ou biossintetizam na forma de colesterol.

O óleo de coco virgem contém antioxidantes, os quais podem servir como um anti-inflamatórios, combater infecções e curar feridas muito mais rapidamente.

coconut-693x453

3. Nozes

De acordo com a Lef.org, mais e mais pesquisas apontam que as nozes reinam como o superalimento para combater problemas cardíacos e diabetes. As nozes também podem servir como uma ferramenta para prevenção do câncer e melhoram a função cognitiva.

Carley Eder nos dá um panorama excelente dos benefícios.

“Cada noz que você abre e come contém muitas vitaminas, ácidos fenólicos, taninoseflavonoides, assim como aqueles ácidos graxos ricos em ômega 3 difíceis de se encontrar, com quase 90% dos fenois sendo encontrados na casca. Os estudos estão mostrando que comer um punhado de nozes contém quase o dobro de antioxidantes de uma quantidade equivalente de qualquer outra oleaginosa comumente consumida.”

Pois é. As nozes devem ser as suas oleaginosas preferidas.

walnuts-682x453

4. Abacaxi

De acordo comgreenmedinfo.com, o abacaxi possui muitas utilizações medicinais que só foram descobertas cientificamente nas ultimas décadas. Ele é mais comumente utilizado como tratamento para o câncer e a asma.

A bromelina, um composto concentrado encontrado no coração do abacaxi, é descrito por Greenmedinfo.com como: “extrato de enzima que desdobra proteína retirado do abacaxi que, segundo descobertas, é superior ao altamente tóxico agente quimioterápico 5-fluorouracil como um agente antitumor na pesquisa clínica.”

pineapple-679x453

5. Favas

Segundo o WedMD, “Comer favas, lentilhas e outras leguminosas pode ajudá-lo a reduzir o colesterol LDL “ruim” e diminuir o seu risco de doença cardíaca.”

Estes carboidratos complexos vão mantê-lo saciado e são excelentes para seus músculos, uma vez que eles são uma ótima fonte de proteínas e minerais. Você também pode ficar tranquilo, porque elas têm baixo teor de gordura e contêm quase nenhum sódio.

Segundo o Pritikin.com, “as populações com maior longevidade no mundo são os amantes de legumes… O povo de Okinawa, no Japão, que tem a maior porcentagem de centenários na Terra, come uma dieta rica em produtos à base de soja, como o tofu.”

beans-679x453

6. Kiwi

O kiwi é outra conhecida fruta medicinal. De acordo com o WebMD, o kiwi contém luteína, um antioxidante que é útil na prevenção da perda da visão devido a degeneração macular relacionada com a idade. O kiwi também pode aliviar os sintomas da asma. Os US National Library of Medicine National Institutes of Health (Institutos Nacionais de Saúde da Biblioteca Nacional de Medicina dos EUA) relataram que o kiwi “reduz diversos fatores de riscos cardiovasculares, tais como a hiperatividade das plaquetas, pressão arterial e lipídios plasmáticos.”

kiwi-679x453

7. Mamão papaia

Esta superfruta possui muitos benefícios medicinais. Megan Ware, dieticista com registro no RDN, sugere que estudos comprovam que um aumento de mamão papaia em sua dieta “diminui o risco de obesidade e mortalidade em geral, diabetes, doença coronária, e deixa a pele e os cabelos mais saudáveis, dá mais energia e promove peso geralmente mais baixo.”

De acordo com sua pesquisa incluída em medicalnewstoday.com, o antioxidante zeaxantina combate a degeneração macular nos olhos. Ele também previne o desenvolvimento da asma por conter o nutriente betacaroteno. Esse nutriente também auxilia na prevenção do câncer de cólon. O mamão papaia também melhora a absorção de cálcio, reduz os níveis de glicose, auxilia na digestão e previne doenças coronárias.

Ela atribui ao nutriente colina uma redução na inflamação e auxílio no movimento muscular e no aprendizado.

Papaya-678x453

8- Goji berry

A goji berry é uma fruta complexa. Ela contém carboidratos que aumentam a pressão arterial lentamente. Cheia de vitamina C, fibras e antioxidantes, ela protege as células contra a quebra quando expostas a radiação ou fumaça.

Healthline.com fornece boas informações sobre estudos que encontraram evidências de que a goji berry pode combater a gripe em pacientes idosos.

Elea Carey faz referência a um estudo de 2008 no Journal of Alternative and Complementary Medicine (Jornal de Medicina Alternativa e Complementar), no qual os participantes comeram goji berries por 14 dias consecutivos e relataram um aumento significativo nos níveis de energia e da saúde digestiva.

Mais uma coisa digna de menção é o fato de as goji berries aliviarem a dor da artrite. Elas também podem fazer a diferença para quem sofre de diabetes ou ajudar com problemas associados a pressão arterial alta.
goji-488x453

9. Abacate

O abacate é amplamente conhecido por seus benefícios medicinais, incluindo propriedades anti-idade e anti-inflamatórias. Pergunte à nossa colega da Worldlifestyle, Leah Freeman. O infográfico dela resume tudo muito bem.
avocado-health-benefits-infographic-01142015--263x453

10. Chá verde em pó

Prepare-se para isto. Segundo Gina Aliotti, da Fitnessrxwomen.com, “uma xícara de conteúdo antioxidante e nutricional de chá verde em pó é equivalente a 10 copos de chá verde comum.”

Esse antioxidante e reforço imunológico natural parece ser muito bom, com várias pesquisas que apoiam as alegações de que ele reduz certos tipos de câncer, reduz o colesterol, promovendo a saúde do coração, e acelera o metabolismo para a perda de peso.

Gina menciona, então, a saúde do coração, por causa de “sua capacidade de reduzir os níveis do mau colesterol, o LDL, no sangue. Os flavonoides no chá verde também relaxam os vasos sanguíneos para que o sangue possa fluir mais facilmente.” Isso previne os ataques cardíacos.

Matcha-Green-Tea-679x453

Outros benefícios para se observar são:

• O chá verde em pó é o melhor desintoxicante. Melhor do que outros chás verdes. Ele é cultivado na sombra, o que o torna mais rico no conteúdo de clorofila. A clorofila elimina as toxinas e o lixo do corpo.

• Previne o diabetes ao manter os níveis de açúcar estáveis.

• Promove a saúde da pele porque os antioxidantes protegem a pele contra os radicais livres, e é utilizado para as soluções antienvelhecimento. E, é claro, previne o câncer de pele.

Fonte: 

Postar um comentário

Pr. Antonio Romero Filho

{picture#http://imagizer.imageshack.com/img922/3226/HlUzqY.jpg} Presidente da Assembleia de Deus - Ministério de São Lourenço - MG - Brasil. Fundador do CIM - Centro Internacional de Missões. Pioneiro de Missões do Ministério de Taubaté - SP - 1981/2001 - Diretor responsável pelo Portal CNB. {facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}
Tecnologia do Blogger.