Tribo africana usa tampinhas de garrafa e outros objetos descartáveis como acessórios para os cabelos




Na Etiópia, lixo vira joia


"Eles não vendem os acessórios porque acreditam que as tampinhas e outros metais e plásticos fazem parte da identidade deles”, conta Eric
































O lixo de uns vira acessórios para a cabeça da tribo seminômade Daasanach, do Vale do Omo, na Etiópia. De uma forma criativa e sustentável, eles usam os resíduos como acessórios para a cabeça. Com isso, tampinhas de garrafa, relógios quebrados e outros itens prateados transformam-se em joias.
O fotógrafo francês Eric Lafforgueque conviveu com a tribo durante vários anos. Ele diz que a tribo é composta de cerca de 50 mil pessoas. Todos coletam materiais. “Eles não vendem os acessórios porque acreditam que as tampinhas e outros metais e plásticos fazem parte da identidade deles”, conta Eric.
Além da estética, o uso identifica a função social do indivíduo. As crianças começam a usar as perucas mais básicas. Já as mulheres mais velhas usam as mais pesadas. Os homens usam tampões de garrafa até o casamento. Depois, usam ornamentos mais básicos. Para evitar que os acessórios estraguem, os integrantes da tribo dormem em travesseiros de madeira. Afinal, eles demoram semanas para produzirem essas joias.

Fonte: Asboasnovas.com

Postar um comentário

Pr. Antonio Romero Filho

{picture#http://imagizer.imageshack.com/img922/3226/HlUzqY.jpg} Presidente da Assembleia de Deus - Ministério de São Lourenço - MG - Brasil. Fundador do CIM - Centro Internacional de Missões. Pioneiro de Missões do Ministério de Taubaté - SP - 1981/2001 - Diretor responsável pelo Portal CNB. {facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}
Tecnologia do Blogger.