Nós, humanos, estamos há décadas sujando nosso quintal cósmico descartando satélites usados, cascos de foguetes e outros fragmentos de detritos desde que ganhamos o know-how tecnológico para tanto. A animação abaixo nos mostra esse processo, desde o início dos voos espaciais até 2015.
O vídeo a seguir foi criado pelo astrônomo Stuart Grey, da University College London, usando dados sobre a localização precisa de cada pedaço de lixo espacial em space-track.org.
Quando a União Soviética lançou o Sputnik 1 – o primeiro satélite artificial – em 1957, ele não só marcou o início da era espacial, mas o início de uma tradição de lixo espacial.
Um pedaço descartado do foguete que levou o Sputnik 1 à órbita da Terra se tornou o primeiro detrito espacial, e quase todas as missões subsequentes adicionaram mais.


O lixo se acumulou lentamente no início, mas em junho de 1961, o veículo de lançamento Ablestar levando o satélite Transit 4A explodiu em órbita, criando 300 fragmentos de detrito. Ainda assim, estávamos apenas começando.

veja vídeo sobre o lixo espacial:


Fonte: Gizmodo Brasil

Postar um comentário

Pr. Antonio Romero Filho

{picture#http://imagizer.imageshack.com/img922/3226/HlUzqY.jpg} Presidente da Assembleia de Deus - Ministério de São Lourenço - MG - Brasil. Fundador do CIM - Centro Internacional de Missões. Pioneiro de Missões do Ministério de Taubaté - SP - 1981/2001 - Diretor responsável pelo Portal CNB. {facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}
Tecnologia do Blogger.