Certa vez fui convidado para ministrar a Palavra em uma grande igreja em São Paulo. Após o culto o pastor presidente daquela igreja dispensou um tempo para conversar comigo como bom anfitrião. Durante a nossa conversa ele delicadamente disse-me: "pastor Romero! Deixe de fazer missões, pois esse tempo já acabou. Fale com o seu pastor presidente para dar-lhe um igreja para pastorear aqui mesmo no Brasil. Missões já findou-se, isto foi para o passado, meu irmão!"

Logicamente, tive que responder, com todo o respeito, pois estava diante de um homem de Deus, pastor de uma potente igreja, dizendo-lhe: "meu amado pastor! com o devido respeito que tenho pelo senhor, eu faria isso mesmo, que estás sugerindo se pudesse pela Bíblia Sagrada provar-me que o tempo de fazer Missões já passou!"

O citado pastor presidente, esboçou um gesto de descontração e mudou de conversa e continuamos a falar sobre outros assuntos importantes e pernitentes a obra de Deus, e ele nunca pode convencer-me através das Escrituras naquilo que ele acreditava, pois a igreja de Cristo terá que continuar fazendo missões até que Ele venha.

Estou citando essa experiência para alertar meus companheiros de que muitas vezes temos este mesmo pensamento errôneo de afirmar que Missões é coisa do passado. Outras vezes Missões não é na verdade prioridade em nossa igreja e em nossas vidas. É mais um departamento criado como tantos outros, do que a vida da igreja, sua respiração, seu alvo principal, seu anelo de amor pelas nações perdidas.

O potencial de uma igreja, não está no seu número de membros, ou no seu poder econômico, ou em quantas congregações ela tem no Brasil, mas sim, no seu envolvimento na obra missionária transcultural. Na sua obediência a uma ordem imperativa do Rei dos reis - ir e pregar o Evangelho a todo mundo, a todas as nações!

Missões tem que ser mais do que um departamento preocupado em levantar ofertas e realizar conferências missionárias de tempo em tempo, para avivar a consciência dos obreiros e dos membros da igreja local. Missões tem que fazer parte do alvo número um da igreja, pois a Palavra de Deus nos revela que é o primeiro mandamento do Senhor Jesus Cristo para a sua igreja na terra.

Quando digo isso, me refiro que a principal tarefa da igreja é a evangelização, ganhar almas para o Reino de Deus, proclamar a verdade que salva e liberta. Não é o que está acontecendo em nossos dias, principalmente através da mídia que está sendo utilizada para difundir e propagar mais o pregador e suas denominações, que o próprio Cristo Salvador.

A igreja que não tem Missões como prioridade em suas tarefas espirituais, está inserida em 1 Corintíos capítulo 13 que diz:

1. Ainda que falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa e o sino que tine (vv. 1) - Igreja que faz muito ruído, mas sem nenhuma unção de Deus!

2. E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência e não tivesse amor, nada seria (vv. 2a) - Igreja que tem muita revelação mas nada de fundamento bíblico!

3. E ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria (vv. 2b) - Igreja que tem muitos  milagres físicos, mas praticamente nada de salvação!

4. E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria (vv. 3a) - Igreja que faz muita obra social, mas não tem vida espiritual!

5. E ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria (vv. 3b) - Igreja que faz muito sacríficio, mas nenhuma obediência à Palavra!

6. Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estas três, mas a maior destas é o amor. (vv. 13)

Missões é o amor de Deus que tabernaculou-se fazendo-se humano.
Missões é o amor de Deus sendo proclamado a todos os homens.
Missões é o amor de Deus revelado a um mundo cheio de ódio.
Missões é o amor de Deus sendo oferecido ao seus inimigos.
Missões é o amor de Deus que nos constrange a orar, contribuir e ir.

Missões é a mais alta dimensão do amor de Deus, o qual enviou seu Filho Unigênito, para que o mundo fôsse salvo por ele (Jo 3.16).

A Deus toda gloria.

Pr. Antonio Romero Filho - Presidente da Assembleia de Deus Ministério de São Lourenço - MG e Fundador do CIM - Centro Internacional de Missões

Postar um comentário

Pr. Antonio Romero Filho

{picture#http://imagizer.imageshack.com/img922/3226/HlUzqY.jpg} Presidente da Assembleia de Deus - Ministério de São Lourenço - MG - Brasil. Fundador do CIM - Centro Internacional de Missões. Pioneiro de Missões do Ministério de Taubaté - SP - 1981/2001 - Diretor responsável pelo Portal CNB. {facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}
Tecnologia do Blogger.