Queridos leitores, Israel falhou na sua missão centrípeta ( atrair as nações para Deus). A Igreja
entrou em cena para divulgar a Palavra ao mundo inteiro. Deus usou os países europeus, mas ficaram engessados pelo materialismo e também falharam. Depois Deus levantou o EUA, que iniciaram um proveitoso trabalho mundial, mas também falharam.
Assim Deus olhou para o Brasil e disse: "Dou-lhes crescimento em membros e financeiramente, enviem missionários ao mundo todo". Ai o Brasil começou muito bem, mas logo a visão mundial minguou e hoje estamos quase parando de fazer missões mundiais...Eu creio que agora Deus está olhando para a China, onde a igreja está madura, sofrida, perseguida, mas purificada, pura sem mistura. sincretismos e palhaçadas, pois sua missão é centrifuga (ir a todas as nações) evangelizar o mundo.
Apesar das perseguições, igrejas se multiplicam. Eu creio que a China é a esperança atual e futura para enviar missionários ao mundo inteiro, na verdade já estão em todas as partes. O nosso tempo e oportunidade está passando, mas Deus jamais ficará sem testemunhas para levar sua Palavra ao mundo todo. Que seja a China! (Nota do Pastor Antonio Romero Filho).  Leia e tire suas conclusões:
Um dos países onde a fé evangélica mais tem crescido nas últimas décadas é a China. A abertura gradual do regime comunista está permitindo que a Igreja chinesa participe cada vez mais em fóruns e movimentos evangélicos em todo o mundo. Agora, os crentes chineses estão lançando um desafio.
Muitas igrejas na China continental vêm sendo destruídas e seus pastores continuam sendo presos. Apesar das dificuldades internas, diversas lideranças organizaram recentemente o evento “Missão China 2030”. A conferência, realizada em Hong Kong lançou um projeto impensável anos atrás: enviar 20.000 missionários chineses para diversos países do mundo até 2030.
No final do evento, os primeiros 200 candidatos a missionários foram apresentados. O pastor Daniel Jin, diretor da revista China Mission Today desafiou a Igreja chinesa a “trabalhar e orar” para cumprirem esses desafios missionários nos próximos anos.
Caso os alvos sejam alcançados, essa será a nova força mundial de evangelização. Jin fez ainda uma interessante observação “Ao longo dos últimos 200 anos, desde os dias de Robert Morrison, cerca de 20.000 missionários serviram na China. É hora de ‘pagar’ essa dívida com o evangelho”.
Para David Ro, diretor do Movimento de Lausanne para a Ásia comemora: “Esta primeira conferência é realmente um ponto de virada na história da Igreja chinesa”. Nos próximos anos, eles vão realizar conferências anualmente. A de 2016 será em Pequim, onde os líderes evangélicos vão continuar lutando para alcançar o objetivo lançado este ano.
Na última década, muitas novas igrejas foram construídas, muitas vezes sem consentimento oficial. Quando o governo local nega permissão para construir uma igreja, os moradores constroem um “salão social”, onde os encontros são realizados ou reúnem-se em casas.
De acordo com um estudo da Academia Chinesa de Ciências Sociais, pelo menos 45 milhões de evangélicos estão organizados nessas igrejas domésticas.
Não se sabe o número oficial de cristãos no país, pois o governo comunista ensina o ateísmo como norma. Com informações de CBN
Relembre a alegria de chineses recebendo bíblias pela primeira vez:
Fonte: Gospelprime

Postar um comentário

Pr. Antonio Romero Filho

{picture#http://imagizer.imageshack.com/img922/3226/HlUzqY.jpg} Presidente da Assembleia de Deus - Ministério de São Lourenço - MG - Brasil. Fundador do CIM - Centro Internacional de Missões. Pioneiro de Missões do Ministério de Taubaté - SP - 1981/2001 - Diretor responsável pelo Portal CNB. {facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}
Tecnologia do Blogger.